Esses 10 alimentos podem ajudar a repor sua energia após os treinamentos

Se você se mantém em forma, fazendo treinamentos físicos de média ou alta intensidade, com certeza deve estar preparado para a refeição que vem a seguir, depois dos treinamentos.

Anúncio

Esses impactos físicos consomem energia orgânica em demasia, e muitas vezes para garantir o seu desempenho, essas energias são retiradas dos órgãos, precisamente dos músculos e precisam ser repostas.

Você já deve ter visto alguma cena de competições esportivas em que o atleta de alta performance, bem treinados e nutridos, ainda assim apresenta alto nível de stress metabólico e fadiga após a competição, muitas vezes sendo arremetidos ao chão por dores e câimbras.



Portanto, todo cuidado é pouco!

Anúncio

Esses são os 10 alimentos essenciais para repor energia

VEJA TAMBÉM

Os alimentos mais comumente usados para reposição alimentar após treinamentos são:

  • Ovos
  • Leite
  • Iogurte
  • Carnes (vermelha,branca ou peixe)
  • Legumes com alto teor de carboidratos: batata, batata doce, beterraba
  • Grãos integrais: como aveia, quinoa
  • Frutas como abacate, abacaxi e banana
  • Grãos em geral, como grão de bico, feijão branco, ervilha, lentilha

Dependendo do horário em que o treinamento ocorre, a refeição a ser usada é diferenciada.

Se o treinamento é pela manhã e a refeição a seguir será o café da manhã, ela deve ter uma composição padrão diferenciada, pois será a primeira refeição do dia, o que já rotineiramente, é a mais importante. Mas no caso do pós-treinamento, seu nível de prioridade sobe muito.

Se for a tarde é outro padrão e à noite a mesma coisa. Essencialmente importante é o consumo de líquidos durante todo o dia.

Como montar um cardápio pós-treino 

Se você faz um treinamento intenso, provavelmente está matriculado em uma academia onde existe um Preparador Físico. Normalmente essas empresas também oferecem um atendimento nutricional, feito por um Nutricionista.



Este é o profissional indicado para você procurar, antes de montar qualquer esquema alimentar.

Motivo: além de calcular seu gasto energético no treinamento, calcular a reposição alimentar após o treino, ele também levará em conta sua alimentação nos dias em que não treina.

O conjunto de todas essas considerações leva a criação de um plano alimentar individual e específico para cada tipo de tarefa física desempenhada por você.

Criar sozinho, sem ajuda profissional seu plano alimentar, pode parecer básico e a internet está cheia de gurus que informam de tudo, porém ao consumir em demasia um alimento que contenha especificamente alguns nutrientes, você deixará de consumir outros tão importantes como os do pós-treino.

E arriscará ter deficiência de algum nutriente, por dar demasiada importância a outro. Sua saúde deve ser sua maior preocupação.

Não se trata apenas de ter músculos bem trabalhados, barriga tanquinho. Se trata de ter uma saúde equilibrada e não correr riscos desnecessários.

Faça seus treinamentos sempre com acompanhamento do Preparador Físico e planeje suas refeições com o Nutricionista.

Deixe um comentário