Conhece Alguém Com Essas 5 Características? Ela Pode Ser Muito Mentirosa

Muitas vezes conhecemos pessoas que nos encantam, sobretudo, quando contam suas histórias e “experiências”. Entretanto, acabamos nos frustrando muito quando descobrimos que tudo que nos foi contado não passava de mentiras deslavadas. 

Anúncio

É algo muito difícil identificar quando uma pessoa com o “dom de mentir” nos envolve e, como “mentira tem pernas curtas” acabamos descobrindo a verdade.

O primeiro sentimento que nos arrebata é o de sentir-se idiota. Começamos a juntar as peças e descobrimos que, de fato, poderíamos ter descoberto. Contudo, existem alguns sinais que podem nos ajudar a identificar o mentiroso.

Anúncio

Pelo menos 5 características são muito comuns entre pessoas que mentem e se identificarmos algumas delas já nos faz ficar com “as barbas de molho” para desmascarar o mentiroso.


Essas características podem indicar que uma pessoa tem o hábito de mentir com frequência. 

5 características de um mentiroso 

VEJA TAMBÉM

Antes de tudo, devemos lembrar que cada pessoa manifesta uma forma de mentira, desde aquele fantasista que cria suas estórias para desenhar algo que ele desejava viver, quanto aqueles que mentem para nos causar algum prejuízo.

1 – Inconsistência nas histórias

Uma pessoa que mente com frequência pode ter dificuldade em manter suas histórias consistentes. As informações que ela fornece podem mudar ou contradizer-se ao longo do tempo.

Essa inconsistência pode ser um sinal revelador de que a pessoa está inventando ou alterando fatos para se adequar à situação.

Por isso, é sempre bom prestar muita atenção em cada palavra que a pessoa te conta e depois fazer-se de desentendido para ouvi-las novamente. Neste contexto, em certo momento, o mentiroso poderá cair em contradição.

2 – Expressões faciais e linguagem corporal inconsistentes

A expressão facial e a linguagem corporal podem ser reveladoras quando alguém está mentindo. Uma pessoa que mente muito pode exibir expressões faciais tensas, evitar o contato visual ou tocar o rosto excessivamente.


Movimentos corporais inquietos ou falta de sincronia entre o que é dito e a linguagem corporal podem ser indicadores de desonestidade.

Muitos chegam a gaguejar, mostrar ansiedade excessiva, buscar desviar sua atenção para algo próximo. A depender do tipo de mentira e a pressão sofrida no momento, a pessoa que está mentindo pode até apresentar tremores nas mãos e suor excessivo.

3 – Evitar o confronto direto

Quando alguém está mentindo e costumam mentir frequentemente, preferem evitar situações em que possam ser questionadas diretamente ou confrontadas sobre suas mentiras.

Deste modo, podem mudar de assunto, desviar a atenção ou até mesmo reagir de forma defensiva para evitar expor suas mentiras.

Todo mentiroso que busca defender e sustentar sua mentira, também de faz de vítima e recorre ao drama. É muito comum alguém fazer um drama enorme quando é confrontado imediatamente. 

4 – Histórico de mentiras

Se uma pessoa tem um histórico conhecido de mentiras, é provável que ela continue a mentir no futuro. Observe se essa pessoa já foi pega em mentiras anteriormente ou se tem um padrão de enganar outras pessoas. 

É importante lembrar que o passado não determina necessariamente o comportamento presente, mas um histórico consistente de mentiras pode ser um indicativo de que a pessoa tem dificuldade em ser honesta. Isso ocorre muito, sobretudo, quando a pessoa desenvolveu mitomania. 

5 – Falta de remorso ou empatia

O lado mais cruel e insensível de um mentiroso nato é sua capacidade de manter-se frio e indiferente, sobretudo, com as vítimas de suas mentiras.

Mentirosos assíduos podem demonstrar falta de remorso ou empatia em relação às consequências de suas mentiras. 

Ademais, não se importam em prejudicar outras pessoas ou podem minimizar o impacto de suas ações.

Essa falta de empatia pode ser um sinal de que a pessoa não valoriza a honestidade e está disposta a mentir para atingir seus próprios objetivos.

É importante lembrar que essas características não são definitivas e a identificação de uma pessoa que mente muito requer uma análise cuidadosa e contexto específico.

Nem todas as pessoas que exibem essas características são mentirosas patológicas. No entanto, se você suspeita que alguém esteja mentindo com frequência, é aconselhável buscar uma comunicação aberta e honesta, além de buscar ajuda profissional, se necessário, para lidar com a situação adequadamente.


Deixe um comentário