Como posso saber se meu celular está sendo espionado?

As informações armazenadas em nossos dispositivos móveis possuem grande importância para cada um de nós. Isso engloba fotos, imagens, senhas, contas em redes sociais e uma variedade de dados pessoais que escolhemos guardar em nossos aparelhos. Contudo, essa informação não é relevante apenas para nós mesmos, mas também para indivíduos mal-intencionados que podem usá-la de maneira prejudicial. Portanto, hoje vamos ajudar a responder a uma pergunta comum: Como podemos identificar se nosso celular está sendo interceptado?

Anúncio

Lamentavelmente, não existe um sinal definitivo que possa nos assegurar com certeza se estamos sendo alvo de interceptação, mas há várias pistas a serem observadas. É essencial prestar atenção aos detalhes, especialmente aqueles que podem afetar o funcionamento de nossos dispositivos móveis. Acima de tudo, é crucial saber como agir caso suspeitemos que estamos envolvidos em uma situação desse tipo.

Como posso saber se meu celular está sendo espionado?

Em ocasiões, durante uma ligação, caso a qualidade da recepção seja fraca, a comunicação pode ficar comprometida, tornando-a de difícil compreensão. Entretanto, se você notar a presença de ruídos e interferências desconhecidas, ou até mesmo ouvir vozes que não condizem com a pessoa do outro lado da linha, é possível que seu telefone celular esteja sendo alvo de escuta clandestina. Ainda que esse tipo de situação não seja comum, ela pode resultar no acesso indevido a informações confidenciais e dados pessoais.

Anúncio

Bateria descarrega muito rápido

Você perceberá isso ao utilizar o seu dispositivo. É um fato incontestável que há diversos aplicativos que demandam um alto consumo de energia, como algumas redes sociais, incluindo o Facebook, Instagram, Snapchat, YouTube, e a grande maioria dos jogos que são instalados em seu celular. Se o seu dispositivo foi comprometido, você notará que, mesmo sem utilizá-los, a bateria se esgotará rapidamente. Isso acontece devido a uma das técnicas mais comuns de invasão, que consiste na instalação de aplicativos que funcionam em segundo plano.

Teu dispositivo se reinicia o se apaga de forma inesperada

Essa situação é frequentemente vivenciada pelos usuários, o que pode ser extremamente frustrante. De repente, e sem controle, o smartphone é desligado ou reiniciado, o que é um sinal evidente de que algo está ocorrendo. Seja devido a um possível grampeamento do celular ou a outros problemas relacionados ao sistema operacional, é fundamental investigar a causa imediatamente.

Você encontra aplicativos não instalados por você

É crucial enfatizar a importância de estar atento a essa questão, uma vez que é uma das táticas mais comuns para acessar indevidamente os dispositivos móveis das pessoas. É fundamental realizar verificações periódicas na lista de aplicativos instalados em seu dispositivo. É importante lembrar que muitos desses aplicativos maliciosos são camuflados com nomes extremamente discretos, muitas vezes simulando aplicativos legítimos do sistema.

Postagens em suas redes sociais ou atividades nesses estranhos

Em diversas situações, foram testemunhados resultados alarmantes quando pessoas mal-intencionadas conseguiram acesso às senhas das suas contas nas redes sociais. Se você começar a notar comentários ou publicações inexplicáveis em suas redes sociais, ou mesmo se seus amigos e familiares começarem a receber mensagens suspeitas, isso é uma indicação clara de que alguém conseguiu violar sua segurança e privacidade.

O que fazer se seu celular for grampeado?

Existem várias estratégias para prevenir a ocorrência desse evento indesejável, no entanto, é igualmente crucial entender como agir quando você se depara com essa situação. Para atingir esse objetivo, siga as orientações a seguir:

Independentemente do tipo de conexão que você esteja utilizando, seja Wi-Fi ou dados móveis, é de extrema importância bloquear o acesso do agente invasor ao seu telefone. Lembre-se de que seu dispositivo pode estar infectado por um vírus que o conecta automaticamente à internet, mesmo que você o desative manualmente. Nesse caso, a melhor solução é desligar o roteador e remover o cartão SIM.

Embora alguns dispositivos não tenham a opção de inserir um cartão SD, muitos outros o possuem. É fundamental retirá-lo, pois isso impedirá que informações pessoais, como fotos, vídeos e outros documentos armazenados nele, sejam roubadas.

Altere todas as senhas de suas diferentes contas

A importância disso é significativa, pois dessa maneira você consegue prevenir o acesso de invasores não apenas às suas redes sociais, mas também à sua conta de e-mail e às contas associadas ao Google.

Redefina seu dispositivo para os dados de fábrica

Este procedimento é bastante drástico, uma vez que implica na eliminação de todas as configurações que você personalizou em seu dispositivo. Portanto, é crucial que você compreenda plenamente o que isso envolve.

Deixe um comentário