Como incentivar as crianças a entender sobre finanças

O ideal seria que desde cedo aprendêssemos sobre finanças nas escolas, mas esta ainda não é uma realidade no Brasil. Mas como incentivar as crianças em casa a aprender sobre?

Anúncio

O estudo das finanças, por mais necessário que seja, ainda não se tornou uma matéria obrigatória na grade curricular das escolas brasileiras. Muitas crianças crescem e se tornam adultos que não sabem lidar com o dinheiro pois não foram ensinadas devidamente desde cedo, o que pode ser algo prejudicial.

entender a lidar com o dinheiro desde cedo é essencial para saber administrálo e aplicá-lo da forma certa. Saiba que é possível aplicar a educação financeira para as crianças em casa de forma leve, levando-a a aprender a administrar seu próprio dinheiro, somar e fazer contas básicas.

Anúncio

Selecione a opção abaixo: 

Escolha a opção acima e você será redirecionado(a) para um conteúdo do nosso blog, onde mostramos alguns pontos essenciais a serem considerados na hora de pedir um empréstimo.

Como incentivar as crianças a lidarem com dinheiro

Ao contrário do que muita gente pensa, é essencial que as crianças lidem com dinheiro por diversos motivos. É preciso entender o valor do dinheiro, o peso dele na sociedade e fazer contas básicas para garantir que não será passado para trás em determinadas situações cotidianas.

 

Administrar seu próprio dinheiro e saber com o que gastar e como gastar deveria fazer parte da construção da educação financeira de todas as crianças, para crescerem e conseguirem lidar com seu próprio dinheiro sem uma visão de escassez e de forma consciente, quebrando um padrão que continua sendo seguido.

Finanças

BB Cash

Incentive seu filho(a) a aprender a lidar com dinheiro na prática com a ajuda do Banco do Brasil.

Você permanecerá no mesmo site

Faça a criança entender sobre a utilização do dinheiro

De nada adianta você começar com a prática. Explique detalhadamente a teoria para sua criança, fazendo-a entender a necessidade do dinheiro na sociedade e como utilizá-lo.Vá desde o básico e explique por que é essencial que ele ou ela aprenda a lidar com o dinheiro de forma prática.

 

É preciso que antes você pense em uma dinâmica que será aplicada para sua criança aprender a lidar com o dinheiro. Então antes de explicar a teoria já tenha em mente como será a prática, e explique a dinâmica detalhadamente baseada nos conceitos que você ensinou.

Mostre como funciona a utilização do dinheiro

Você precisa deixar claro para sua criança como funciona a dinâmica entre ganho e utilização do dinheiro, fazendo-o entender que para ganhar dinheiro é necessário realizar alguma atividade remunerada, que vocês em família determinarão. Além de incentivar sua criança a aprender novas habilidades e tarefas, a criança aprenderá a lidar com o dinheiro.

 

Explique que determinado valor é o que ele(a) receberá por suas atividades, que quando lidamos com dinheiro precisamos fazer escolhas, e é preciso entender as limitações e saber o momento certo de comprar cada coisa ou investir nosso dinheiro em algo. Explique a importância de ponderar as prioridades.

Incentive um cofrinho

Explique para sua criança como um cofrinho pode ser útil para ela. Hoje em dia temos bancos que oferecem contas digitais monitoradas pelos pais para crianças que já poupam suas economias, que funcionam como um cofrinho virtual, onde os pais conseguem controlar o saldo e as movimentações.

 

Deixe sua criança entender a importância de poupar e como ele pode se juntar para alcançar objetivos maiores com suas próprias economias. É necessário que você apenas oriente e deixe que a criança tome suas próprias decisões e aprenda na prática a lidar com seu próprio dinheiro.

Substitua as mesadas

Ao invés de simplesmente dar um valor mensal na mão da sua criança, faça ela entender a importância de conquistar o dinheiro e como esse processo funciona. Vocês podem combinar uma dinâmica onde ela realiza tarefas simples em troca de uma remuneração, por exemplo, organizar os brinquedos ou colocar comida para o cachorro.

 

Você pode definir um valor por cada tarefa e no final somar todas as tarefas realizadas pela criança para aplicar a remuneração. É importante fazer o cálculo na frente dela, pois ao mesmo tempo você estará incentivando o interesse dela pela matemática e pela soma de valores da maneira certa.

Incentive sua criança a aprender sobre finanças.

Só se aprende na prática

Ao ensinar suas crianças na prática a ter pleno controle sobre o dinheiro, eles se tornarão adultos capazes de controlar suas finanças de maneira racional e ter maior controle sobre seus gastos, sem se prejudicar ou acabar se endividando de forma brusca. A educação financeira é essencial desde a infância.

 

Incentive sua criança a querer aprender sobre finanças e não de forma forçada, é essencial que ela tome gosto pelas economias e tenha uma vida financeira equilibrada quando atua. Pronto(a) para ensinar sobre economia para sua criança?

Perguntas Frequentes:

Ensinar finanças para crianças desde cedo é crucial porque estabelece uma base sólida para o futuro financeiro delas. Ao aprender conceitos como poupança, orçamento e investimento desde cedo, as crianças desenvolvem habilidades financeiras essenciais que as ajudarão a tomar decisões responsáveis e inteligentes com o dinheiro ao longo da vida.

Existem várias maneiras de ensinar finanças para crianças, incluindo a atribuição de mesadas com a responsabilidade de gerenciá-las, jogos educacionais de finanças, envolvimento em decisões financeiras familiares e conversas abertas sobre dinheiro, como a importância de economizar e como fazer escolhas financeiras inteligentes.

Embora não haja uma idade específica, é recomendável começar a ensinar conceitos financeiros básicos assim que a criança demonstrar interesse em dinheiro e entender números. Isso geralmente ocorre por volta dos 5 a 7 anos de idade. A partir desse ponto, os pais podem introduzir gradualmente conceitos financeiros mais avançados, conforme a criança cresce e desenvolve habilidades cognitivas.

Alguns conceitos financeiros básicos que as crianças devem aprender primeiro incluem a diferença entre necessidades e desejos, a importância de economizar dinheiro, como criar e seguir um orçamento, como comparar preços e entender a diferença entre gastos essenciais e não essenciais.

Tornar o aprendizado de finanças divertido para as crianças é essencial para mantê-las engajadas e interessadas. Isso pode ser feito por meio de jogos de tabuleiro relacionados a dinheiro, aplicativos educacionais de finanças, incentivando a criação de metas financeiras pessoais e oferecendo recompensas tangíveis pelo bom gerenciamento do dinheiro, como permitir que elas decidam sobre uma atividade divertida para a família com parte da mesada economizada.

Artigos do Site